TEMA 2021: DIAS DE ELIAS - VIVENDO UMA ATMOSFERA PROFÉTICA.
image

AS PRAGAS

Hoje, veremos sobre as pragas que Deus enviou ao Egito para salvar o seu povo.

Agora, se analisarmos e pensarmos um pouco, podemos nos fazer uma pergunta: Por que o Eterno optou por dez pragas? Por que não foi uma só? Ou três, cinco, teve que ser as 10 pragas? Porque, por intermédio das dez pragas, o Eterno demonstrou não apenas ser o Criador do universo, mas Senhor, o único e absoluto dos céus e da terra, o Juiz supremo e o Regente da natureza.                                        

Segundo a cultura judaica, cada praga que Deus manifestou no Egito, serviu como castigo pela escravidão, tortura e o genocídio perpetrado pelos egípcios contra o povo judeu. E tudo começou em Ex 5:1-2, quando Moisés e Arão foram falar com o rei do Egito.

1 Depois, foram Moisés e Arão e disseram a Faraó: Assim diz o Senhor, Deus de Israel: Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto. 2 Respondeu Faraó: Quem é o Senhor para que lhe ouça eu a voz e deixe ir a Israel? Não conheço o Senhor, nem tampouco deixarei ir a Israel.
 
Portanto, esta festa era a Páscoa. E o Deus que mandou essas pragas, continua o mesmo Deus forte e poderoso! E nós sabemos que essa história nos relata as dez manifestações do poder do Deus, e as dez pragas que assolaram o povo egípcio, e tem muita coisa para ser falado.                                                                                  

4. Porem, o povo, quando eles saíram do Egito, eles saíram muito ricos, com ouro, prata, joias, rebanhos, por ordem do Deus de Israel. 

O Deus que tirou-os da escravidão, é o mesmo Deus que continua falando com aqueles que se dispõem a andar com Ele nos dias de hoje. Porque, onde estiverem dois ou três, em seu nome, Ele está.

Que o Anjo da morte, por sua obediencia e fidelidade, sempre veja o sangue do cordeiro de Deus, o sangue de Jesus Cristo, em sua vida, em sua casa, em familia. 

Muitas vezes, não percebemos o “tempo” em que estamos “vivendo”.

Infelizmente, o ser humano, sem o Espírito Santo, é limitado para discernir os tempos.

Existe ainda, uma crise, um vírus que mata, e muitos não estão discernindo esse tempo, essa crise.
                                                                                        
Estamos vendo, que essa crise está abrangendo muitas coisas, e muitos só estão murmurando, estão tristes... dando mal testemunho e esquecendo totalmente do que diz Rm 8:31.

31 Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
                                                    
1ª Praga: O rio Nilo se transformou em Sangue.

O Nilo representava a vida do país, já que todo seu sustento dependia dele.
                                                                                             
Não havia outra fonte de água para beber e irrigar a terra, por isso, os egípcios adoravam aquele rio. Mas, o Senhor transformou-o em um lugar de morte, e mostrou a eles e a todos nós, que o Senhor sempre será o único e verdadeiro, a única fonte de vida.

2ª Praga: As Rãs.    
                                                                                                             
Para os egípcios, a rã era associada à deusa da fertilidade. Geralmente, elas apareciam quando o rio Nilo estava cheio, mas nunca tinham aparecido tantas rãs, como daquela vez em que Deus ordenou.

Em vez de ser símbolo de bênção, Deus transformou as rãs em um grande problema e humilhou os deuses do Egito, provando que Ele tem poder sobre tudo.

Assim também, se nós vivermos em desobediência, sofreremos as consequências e teremos problemas.

3ª Praga: Os Piolhos.
                                                                     
Com a praga de piolhos, até os magos do faraó tiveram que reconhecer que só um Deus muito poderoso poderia fazer algo tão extraordinário.

Com essa praga, o Senhor nos mostrou que Ele é mais poderoso do que qualquer outra força, e que Ele é o único que pode nos salvar em qualquer situação.

4ª Praga: As Moscas.

As moscas não entraram na região onde os hebreus moravam. Como sabemos, esses insetos causam grande desconforto e transmitem muitas doenças. Era Deus mostrando que os deuses egípcios não tinham poder nenhum sobre a vida dos Seus escolhidos. 

Para nós, é Deus nos mostrando e nos provando que Ele sempre cuida dos Seus filhos.

Quem ama a Deus, e anda nos Seus caminhos, e está debaixo de Sua proteção, NÃO sofre o castigo dos ímpios.

5ª Praga: A Morte dos rebanhos.                                                                          

Deus matou o rebanho dos egípcios. Ou seja, Deus resolveu atacar a economia do Egito. 

Alguns deuses egípcios que eram importantes, tinham caraterísticas de bois. E faraó ao investigar, descobriu que NENHUM animal dos hebreus tinha morrido.

Para nós cristãos, é Deus nos mostrando, que as riquezas não são sinônimo de segurança e estabilidade, mas SIM, só ELE.

6ª Praga: As Feridas.                                                         

Quando Moisés fez isso, surgiram graves feridas que causaram muita dor e sofrimento nos egípcios e nos animais.

Até os magos do faraó foram infectados por essa praga. Eles clamaram para que os deuses da saúde deles os curassem, mas nenhum deles foi capaz de desfazer o que Deus havia feito.

Para nós, é Deus nos mostrando que Ele tem poder sobre a saúde e a doença, vírus, pestes e pragas.
                                       
O nosso corpo é templo do Espírito Santo. 

7ª Praga: Os Granizos.

Alguns dos conselheiros do faraó ouviram aquele aviso e ficaram com muito medo. Todos que ficaram no campo, morreram com a força do granizo, e tudo foi destruído, como também as plantações. Ou seja, Deus humilhou os deuses egípcios da colheita e do clima, provando que a natureza obedece somente a Ele.

Para nós, é o Senhor nos mostrando que todos aqueles que ouvem a Sua Palavra e fazem a Sua vontade, são poupados nos dias maus, e colherão a 100 por 1. 

8ª Praga: Os Gafanhotos.

Surgiram então tantos gafanhotos que o céu se escureceu. Toda a vegetação que restava no Egito, foi destruída.

Deus acabou com as fontes de alimento no Egito para mostrar que os deuses que deveriam garantir o sustento daquele povo, NÃO tinham poder para isso. Ao mesmo tempo, Deus está nos mostrando que Ele é o responsável pelo nosso sustento, e tem o poder para dar e tirar, porém é preciso seguir os princípios da honra. 

9ª Praga: As Trevas.

Deus mandou Moisés estender a mão para o céu, e trevas muito densas cobriram o Egito durante três dias.            

Ninguém podia ver nem fazer nada. Apenas os hebreus tinham luz.

Os egípcios celebravam a luz do amanhecer, como sendo um ato de vitória do deus-sol, de Rá, sobre a serpente do caos e das trevas.                                                                

Quando aquelas trevas cobriram o Egito, Deus mostrou a eles claramente, o quanto Deus era mais poderoso que o deus Rá. E, durante aqueles dias, o faraó ficou fragilizado por causa da escuridão e nada pôde fazer.
                                  
Com isso, Deus nos mostra que Ele tem todo poder e que tudo o que fazemos depende dEle.

Deus é soberano sobre toda a nossa vida.

Ele é a luz daqueles que O amam, mas quem o rejeita vive nas trevas. Por isso devemos ter esse cuidado que está relatado em Mt 6:22-23.

22 Os olhos são como uma luz para o corpo: quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz. 23 Porém, se os seus olhos forem maus, o seu corpo ficará cheio de escuridão. Assim, se a luz que está em você virar escuridão, como será terrível essa escuridão!

10ª Praga: A morte dos primogênitos.

Deus passou pelo Egito e matou o primeiro filho de todas as famílias egípcias e as primeiras crias de todos os rebanhos. Somente os hebreus, que em obediência tinham colocado o sangue dos cordeiros oferecidos a Deus nos batentes de suas portas, NÃO sofreram perda.

O primeiro filho era o herdeiro principal, ou seja, o herdeiro era o sinal da continuidade dos pais. Ou seja, Deus mais uma vez nos mostra que Ele é o único que tem poder sobre tudo e sobre todos.

O sangue do cordeiro na porta, era o sinal para que a morte não entrasse.                                                                    

Você tem agradecido a Deus, o fato da morte não ter entrado em sua casa, mesmo ela estando aí fora, e sendo chamada de  COVID?                                                                   

Da mesma forma, nós somos libertos da morte e da condenação eterna, através do PODER do sangue de Jesus. Isso, quando nos arrependemos de nossos pecados e cremos no Seu sacrifício por nós. 

Honre princípios! Honre a Deus! Honre a igreja onde Ele te plantou! Honre o apóstolo que te ensina a Palavra, os princípios da verdade! E você terá vida e vida em abundância, e nenhum mal te causará dano.

Jesus está batendo na porta do teu coração. Por isso, em Ap 3:20 diz.

20 Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo.

Na ceia da Páscoa, em sua casa, você convidou Jesus? Mais um ano que Ele bateu na porta de sua casa!

Hoje, Jesus quer colocar a marca do Seu sangue na porta da casa do seu entendimento.

Deus quer que você reflita hoje, sobre o poder transformador dEle na sua história. As oportunidades perdidas.
Os erros cometidos. As palavras mal-ditas. Ou qualquer outro pesar do passado, que tenta te assombrar até os dias de hoje.

Arrependa-se, para esse tempo se estabelecer com milagres.

Deus te faz essa pergunta: O quem você tem revelado em sua caminhada cristã? É Jesus mesmo?
 
Lembre-se, Jesus é o único que pode mudar a sua vida, que pode te proteger, que pode nessa crise, vírus etc, fazer você colher a 100 por 1 e remover toda as pragas.

Ele é o único que pode também, apagar o seu passado através do arrependimento e do perdão, porque sangue dEle tem poder.
                                                          
A condição de livramento da morte, é ter a marca do SANGUE do cordeiro na verga da porta do seu templo. Porém, para a consolidação do sangue, Paulo diz assim em At 3:19-20.

19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, 20 a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus.

Quem realmente você tem sido em suas adversidades, em suas crises? Porque temos visto tantas notícias ruins, nesse deserto da nossa caminhada, da minha e da sua história nesse tempo! Porém, tenha o entendimento de que ao restaurar as festas bíblicas, lembre-se que Jesus derramou o sangue dEle para ser lembrado, celebrado e com isso, podermos ter um novo tempo em nossas vidas.

Jesus hoje, quer transformar a sua história!

Você celebrou isso? Era Páscoa!

Ele quer entrar em sua vida novamente, através de sua celebração! Ele mandou celebrar a Páscoa no seu deserto, para isso, a conquista de novos territórios.

Você precisa de alguma mudança? Ele quer mudar todas as coisas que precisam ser mudadas, e que você sabe que precisa. Por isso, nunca deixe de celebrar a Páscoa, no lugar que ele mandou, Dt 16:1-2.

1 Moisés disse ao povo: Comemorem a Festa da Páscoa em honra de Deus, no mês de abibe, pois foi numa noite desse mês que o Senhor, nosso Deus, tirou vocês do Egito. 2 Vão ao lugar que o Senhor tiver escolhido(MMA) para nele ser adorado e ali ofereçam em sacrifício a ele um animal tirado do seu rebanho de ovelhas e do seu gado para a Festa da Páscoa.

Jesus quer transformar a sua história, hoje, por esse entendimento! Nunca mais falte as festas bíblicas!

Amém!

 

CURTA NOSSO FACEBOOK

Alameda Contorno, Nº 1842, Qd. 52, Lt. 13 e 14 - Jardim Santo Antonio - Goiânia-GO CEP: 74.853-120 Telefone: (62) 3922-3812
Segunda a sexta - 8 hs às 12 hs e 14 hs às 17 hs
Net Suprema