TEMA 2018: CIDADE DE DEUS, A CONQUISTA DO TERRITÓRIO.

O AMOR DE DEUS

28/03/2018
O AMOR DE DEUS.

Oferta da célula, Tg 4;17.

(Versão utilizada ARA)

Ef 3:17-20.
17 e, assim, habite Cristo no vosso coração, pela fé, estando vós arraigados e alicerçados em amor, 18 a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade 19 e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus.
20 Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós,

Portanto, uma pessoa pode falar do amor de Deus, sentir o amor de Deus, participar desse amor, mas ninguém consegue chegar na profundidade desse amor.

A profundidade desse amor, é você descer tão profundo, que a pessoas tem que deixar de ver as coisas da superfície e começar a ver as coisas na profundidade. E era exatamente sobre isso, que Paulo está falando no versículo 18.

18 a fim de poderdes compreender, com todos os santos, qual é a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade                                                 

Quem já fez esses mergulhos no mar, sabe disso, que no profundo do mar, você vê as coisas mais lindas, os corais mais raros e as espécies de peixes que nem imaginava ver e que existe. E Deus deseja que você mergulhe mais fundo, mais profundo... Porque Deus é  amor.

O amor de Deus é revelado em Cristo Jesus, é um amor que não acaba, e a palavra diz I Jo 4:16.

16 E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por nós. Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus, nele.

Portanto, as pessoas podem nos amar por vários motivos; Pela nossa beleza. Por nossas qualidades. Por nossa bondade. Por sermos inteligentes. Mas Deus não!!! Ele ama a você e a mim, porque Ele é amor. Ele ama a você e a mim, porque Ele decidiu nos amar. Precisamos lembrar, que Ele é auto existente, portanto, o seu nível de amor é constante. Ou seja, o amor de Deus revelado em Cristo Jesus é o amor que não acaba por causa das circunstancias.

Dt 7:7-8 a, fala que o Senhor nos ama.

7 Não vos teve o Senhor afeição, nem vos escolheu porque fôsseis mais numerosos do que qualquer povo, pois éreis o menor de todos os povos, 8 mas porque o Senhor vos amava e, para guardar o juramento que fizera a vossos pais, o Senhor vos tirou com mão poderosa e vos resgatou da casa da servidão, do poder de Faraó, rei do Egito.
                                                                       
Isso quer dizer que você não influencia no amor de Deus. Assim como nós não podemos influenciar na essência de uma arvore, ou no estado do céu, ou nas condições da pedra, nós não podemos influenciar no amor de Deus.

Se as nossas ações alterassem seu amor, então Deus não seria amor, seria humano. Porque nós sim, temos alterações no amor. Por que? Porque o amor humano, só ama quando tudo está bem. Porque o amor humano, só ama, quando as coisas estão a nosso favor. Porque o amor humano, só ama quando as pessoas são boas ou amigas e conhecidas, ou quando te favorece na alma, etc…
               
Diferente do amor de Deus, que em Jo 3:16, diz.

6 Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Nós precisamos de uma fonte de amor, que nunca seque, e esse amor nós só vamos encontrar naquele que carregou a Cruz por nós.

Só vamos encontrar esse amor, naquele que morreu a nossa morte, que sofreu as nossas dores, que levou as nossas misérias e curou as nossas feridas. Por isso, Deus usa da vida de Paulo para nos dizer, assim em Rm 5:8.

8 Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores.

Deus deseja que você entenda a dimensão do seu amor!!! Ele é diferente.

Passamos a vida vivendo um amor imperfeito, um amor ocasional, as vezes um amor por interesses. Por isso quando erramos, deslizamos em algum ato, já achamos que vamos ser descartados, abandonados, julgados. Não!! A vida não é assim.

Alguns estão morando nessa casa do falso amor. E esse falso amor, nos leva a não acreditam mais em ninguém. Mas, nós como crentes que crêem em Jesus, temos que decidir nos mudar para o lar do amor verdadeiro.

Vejam que Jesus nos ensina uma grande lição sobre o amor, quando Ele contou uma parábola; Vejamos a parábola do samaritano  em Lc 10:30-36.

30 Jesus prosseguiu, dizendo: Certo homem descia de Jerusalém para Jericó e veio a cair em mãos de salteadores, os quais, depois de tudo lhe roubarem e lhe causarem muitos ferimentos, retiraram-se, deixando-o semimorto. 31 Casualmente, descia um “sacerdote” por aquele mesmo caminho e, vendo-o, “passou de largo”. 32 Semelhantemente, um “levita” descia por aquele lugar e, vendo-o, também “passou de largo”. 33 Certo samaritano, que seguia o seu caminho, passou-lhe perto e, “vendo-o, compadeceu-se dele”. 34 E, chegando-se, pensou-lhe os ferimentos, aplicando-lhes óleo e vinho; e, colocando-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele. 35 No dia seguinte, tirou dois denários e os entregou ao hospedeiro, dizendo: Cuida deste homem, e, se alguma coisa gastares a mais, eu to indenizarei quando voltar. 36 Qual destes três te parece ter sido o próximo do homem que caiu nas mãos dos salteadores?

Portanto, note que a parábola de Jesus conta diz que aquele homem foi assaltado à beira do caminho, ficou ferido, abandonado, sem dinheiro, e quase à beira da morte, entregue a sua própria sorte. Com certeza, quando aquele homem “vê o sacerdote”, ele deve ter pensado assim: O “sacerdote” vai me socorrer!! Mas não foi isso que aconteceu, porque o “sacerdote” estava apressado demais, mas, também não conhecia aquele homem, e outros motivos quaisquer, o levaram a deixar aquele homem ferido a beira da morte.
                                      
A parábola também diz, que veio um “levita”, aquele que “serve” na casa do senhor, mas, a mesma coisa aconteceu, que por algum motivo qualquer, o levou a deixar aquele homem ferido a beira da morte, e aquele homem, continuou sangrando a beira do caminho.                                                                            
 
Portanto amados, não espere perfeição no amor humano; Se Cristo não “reinar” no seu coração, nunca teremos paz. Porque só Cristo pode nos dar a segurança da salvação. O amor humano, nunca o fará isso.

Note na sua caminha cristã, que muitas pessoas deixam Deus, muitas pessoas abandonam a fé, saem da igreja, passam até a mentir, porque estão esperando ver um “amor” sem “falha”.

Na realidade, eles são flechados, em buscar um “amor” sem “falhas”, no Apóstolo, no Pastor, um amor perfeito nos líderes, um amor inigualável nos esposos ou esposas, um amor nos discípulos ou discipuladores… Mas, note que no texto que lemos, que aí apareceu um samaritano, inimigo dos judeus (portanto nós sabemos que eles não se davam bem, pelo contrário, se odiavam), mas, o samaritano, ele exerceu a misericórdia e o amor.

Esse samaritano não se importou, se o homem ferido era judeu. Se o homem ferido era bom ou mal. Se o homem ferido tinha um status ou não. Mas esse homem, olhou para sua necessidade.

Aquele homem, olhou para sua dor e colocou em prática o amor divino em ação.

Talvez você esteja assim, como aquele homem, ferido, abandonado, se sentindo usado, traído, roubado na sua alma, está sangrando pelo desprezo, pelo abandono. Talvez você já foi deixado tantas vezes à beira do caminho, que o inimigo está tentando fazer você desistir de tudo, talvez você até esteja com um sentimento de não ter mais esperança. Porque as pessoas que prometeram te amar, não o fizeram, mas te feriram, magoaram, assaltaram e levaram o melhor de você, e te deixaram morrendo a beira do caminho. Mas, Deus amou o mundo de tal maneira, uma maneira inexplicável; Porque o Seu amor, não é um amor seletivo, exclusivista.

Deus não ama apenas aos bonzinhos, aos amigos, aos irmãos, brancos ou negros. Nem apenas aos pobres ou aos ricos. Nem somente aos santos. Ele ama também aos pecadores, Ele nos ama.. Hoje Ele está aqui neste lugar.                                                 
 
E diante desta palavra. Ele quer te levantar. Ele quer sarar as suas feridas. Ele quer curar a tua alma. Ele te diz: Chega de tristeza!
Chega de choro!
Chega de levantar as mãos pedindo socorro às pessoas erradas, achando que a solução está no amor humano!
Lembre-se, Deus nos usa, mas, somos humanos, somos imperfeitos, erramos!
                                                                          
A nossa solução está em Jesus Cristo!

O bom samaritano está aqui neste lugar, ele vai derramar o óleo nas tuas feridas.                                                       

O amor de Deus, quer ir hoje, no mais profundo da tua alma.

Ele não quer te aliviar somente esse momento.Ele quer teu coração por inteiro. Ele traz hoje, a cura para tua dor, e o perdão para o teu pecado.
 
Amém!!!
Alameda Contorno, Nº 1840, Qd. 52, Lt. 13 e 14 - Jardim Santo Antonio - Goiânia - Goiás CEP:74.853-120 Telefone: (62) 3922-3812
Horário de funcionamento da secretaria: segunda a sexta - 8 h às 12 h e 14 h às 17 h.
Net Suprema