TEMA 2017: FAMÍLIA, PLANO DIVINO PARA REFORMAR GEOGRAFIAS

FIDELIDADE E COMPROMISSO COM CRISTO

07/11/2017

Veremos hoje, que Deus manifestou as suas maravilhas ao povo de Israel, mostrando o caminho e dando ao povo uma terra preciosa.
 
Portanto, o povo presenciou todos os milagres de Deus, feitos por intermédio de Moisés, provando assim a Faraó e ao povo egípcio, quem verdadeiramente era o Senhor dos exércitos.
 
E nós vimos ao longo da história, que Deus foi longânime e paciente, mas, mesmo assim, Israel virou as costas várias vezes ao Senhor. E o Senhor permanecia fiel, porque Ele escolheu Israel por amar Israel, porque em sua fidelidade, Ele estava cumprindo a promessa feita a Abraão, em Gn 12:1-7 (versão NLTH).
 
1 Certo dia o Senhor Deus disse a Abrão: Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa do seu pai e vá para uma terra que eu lhe mostrarei. 2 Os seus descendentes vão formar uma grande nação. Eu o abençoarei, o seu nome será famoso, e você será uma bênção para os outros. 3 Abençoarei os que o abençoarem e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem. E por meio de você eu abençoarei todos os povos do mundo.
4 Abrão tinha setenta e cinco anos quando partiu de Harã, como o Senhor havia ordenado. E Ló foi com ele. 5 Abrão levou a sua mulher Sarai, o seu sobrinho Ló, filho do seu irmão, e todas as riquezas e escravos que havia conseguido em Harã. Quando chegaram a Canaã, 6 Abrão atravessou o país até que chegou a Siquém, um lugar santo, onde ficava a árvore sagrada de Moré. Naquele tempo os cananeus viviam nessa região. 7 Ali o Senhor apareceu a Abrão e disse: Eu vou dar esta terra aos seus descendentes. Naquele lugar Abrão construiu um altar a Deus, o Senhor, pois ali o Senhor havia aparecido a ele
 
PORTANTO, Deus sempre amou seu povo e quis o seu bem!
Podemos ver ao nosso derredor, que aos que cumprem os seus mandamentos, Deus é fiel. Mas aqueles que não ouvem a sua palavra, Deus os faz perecer.
 
Veja o que Deus diz em Dt 7:7-11.
 
7 O Senhor Deus os amou e escolheu, não porque vocês são mais numerosos do que outros povos; de fato, vocês são menos numerosos do que qualquer outro povo. 8 Mas oSenhor os amou e com a sua força os livrou do poder de Faraó, o rei do Egito, onde vocês eram escravos. Ele fez isso para cumprir o juramento que tinha feito aos nossos antepassados. 9 Lembrem que oSenhor, nosso Deus, é o único Deus. Ele é fiel e mantém a sua aliança. Ele continua a amar, por mil gerações, aqueles que o amam e obedecem aos seus mandamentos, 10 porém castiga de uma vez os que o rejeitam. Ele não demora em castigá-los e destruí-los. 11 Obedeçam, pois, às leis e aos mandamentos que hoje eu estou dando a vocês e façam tudo o que eu mando.
 
No capítulo 7 de Deuteronômio, Deus faz admoestações para que Israel não se desviasse novamente do seu caminho. E Deus apresenta vários conselhos para o povo, sobre respeito e o cumprimento de cada estatuto dado nos versículos 1 a 5.
 
1 Moisés disse ao povo: O Senhor, nosso Deus, fará com que vocês entrem na terra que vão possuir e ele mesmo expulsará os povos que vocês enfrentarem. Conforme vocês forem avançando, Deus derrotará sete povos que são mais numerosos e mais poderosos do que vocês. São eles: os heteus, os girgaseus, os amorreus, os cananeus, os perizeus, os heveus e os jebuseus. 2 O Senhor entregará esses povos nas suas mãos, e vocês os atacarão e destruirão completamente. Não façam nenhum acordo de paz com eles, nem tenham pena deles. 3 Não casem com essa gente, nem vocês, nem os seus filhos ou as suas filhas, 4 pois esses povos farão com que os seus filhos rejeitem a Deus e adorem outros deuses. Aí o Senhor Deus ficará irado com vocês e os destruirá de uma vez. 5 Portanto, derrubem os altares desses povos, quebrem as colunas do deus Baal, cortem os postes da deusa Aserá e queimem todas as imagens.
 
Deus deixa bem claro no versículo 11 que eles deveriam guardar os mandamentos, ou seja, eles tinham que ouvir e cumprir aquilo que estava sendo dito.
 
11 Obedeçam, pois, às leis e aos mandamentos que hoje eu estou dando a vocês e façam tudo o que eu mando.
 
E devido a infidelidade do povo, Deus firma nova aliança com Israel.
 
Note, que a antiga aliança foi dada com um propósito limitado, e em Gl 3:21-25, vemos que o povo, pelos seus pecados e infidelidade, não continuou nela.
 
21 Será que isso quer dizer que a lei é contra as promessas de Deus? É claro que não! Porque, se tivesse sido dada uma lei que pudesse dar vida às pessoas, então elas seriam aceitas por Deus por obedecerem a ela. 22 Porém as Escrituras Sagradas afirmam que o mundo inteiro está dominado pelo pecado, e isso para que as pessoas que creem recebam o que Deus promete aos que têm fé em Jesus Cristo.
23 Mas, antes que chegasse o tempo da fé, nós éramos prisioneiros da lei, até que fosse revelada a fé que devia vir. 24 Assim, a lei ficou tomando conta de nós até que Cristo viesse para podermos ser aceitos por Deus por meio da fé. 25 Agora que chegou o tempo da fé, não precisamos mais da lei para tomar conta de nós.
 
Por isso, o Senhor anunciou uma nova aliança, e Deus diz que seria inscrita, mas veja o detalhe: seria escrita nos corações do povo, Jr 31:33.
 
33 Quando esse tempo chegar, farei com o povo de Israel esta aliança: eu porei a minha lei na mente deles e no coração deles a escreverei; eu serei o Deus deles, e eles serão o meu povo. Sou eu, o Senhor, quem está falando.
“Porque esta é a aliança que firmei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo”.
 
Ou seja, para que você entenda melhor, a lei do Senhor já não está escrita em tábuas de pedra, mas, nos corações humanos.
 
E Paulo confirma isso em II Co 3:3.
 
3 Sim, é claro que vocês são uma carta escrita pelo próprio Cristo e entregue por nós. Ela não foi escrita com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo; ela não está gravada em placas de pedra, mas em corações humanos.
 
Portanto, a nova aliança é como uma fonte de esperança para seu povo, trazendo perdão pelos pecados, além de ser eterna. Ou seja, todas as profecias em relação à nova aliança apontam diretamente para Cristo, e todas se cumprem no nome que está acima de todos. Fp 2:8-11.
 
8 ele foi humilde e obedeceu a Deus até a morte morte de cruz. 9 Por isso Deus deu a Jesus a mais alta honra e pôs nele o nome que é o mais importante de todos os nomes,
10 para que, em homenagem ao nome de Jesus, todas as criaturas no céu, na terra e no mundo dos mortos, caiam de joelhos, 11 e declarem abertamente que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus, o Pai.
 
Mas, no versículo 9 Deus disse:
 
9 Pelo que também Deus o exaltou sobremaneira e lhe deu o nome que está acima de todo nome...”.
 
Portanto, note que a nova aliança foi constituída somente por meio do sangue de Cristo Lc 22:20.
 
20 Depois do jantar, do mesmo modo deu a eles o cálice de vinho, dizendo: Este cálice é a nova aliança feita por Deus com o seu povo, aliança que é garantida pelo meu sangue, derramado em favor de vocês.
 
Ou seja, somente através do seu sangue temos a indulgência dos nossos pecados, e não há outra forma de chegarmos à presença do Deus vivo, a não ser pelo sangue de Cristo.
 
Devemos reconhecer a importância do sacrifício de Cristo, porque é pelo sangue de Cristo que “purificará a nossa consciência de obras mortas...”
 
Hb 9:14.
 
14 Se isso é assim, imaginem então quanto maior ainda é o poder do sangue de Cristo! Por meio do Espírito eterno ele se ofereceu a si mesmo a Deus como sacrifício sem defeito. E o seu sangue nos purifica por dentro, tirando as nossas culpas; assim podemos servir ao Deus vivo, pois já não praticamos cerimônias que não valem nada.
 
Portanto, a nossa aliança com Deus nos compromete a sermos servos fiéis.
 
Estaremos eternamente ligados a Cristo se permanecermos firmes na nossa aliança.
 
Veja que em primeira mão, tínhamos apenas os nossos próprios pecados, mas enquanto estávamos nesta condição de pecador, Deus nos ofereceu a vida que é Jesus. E não há salvação em outro nome, a não ser o de Cristo At 4:12.
 
12 A salvação só pode ser conseguida por meio dele. Pois não há no mundo inteiro nenhum outro que Deus tenha dado aos seres humanos, por meio do qual possamos ser salvos.
 
Jesus Cristo ao sofrer e morrer por nós, nos deu a vida, estando nós mortos. Éramos escravos e sujeitos ao pecado e estávamos sob a ira de Deus. Mas por causa do grande amor de Deus, Ele nos transportou do império das trevas para o amor de Cristo.
 
Em Cl 1:13-14, a palavra diz assim:
 
13 Ele nos libertou do poder da escuridão e nos trouxe em segurança para o Reino do seu Filho amado. 14 É ele quem nos liberta, e é por meio dele que os nossos pecados são perdoados.
 
Veja a aliança de Deus com Davi.
 
Davi vê Deus como a Rocha de Israel. Ele lembra de sua aliança feita com o Senhor, aliança eterna e segura.
 
O compromisso que Davi fez com Deus não foi esquecido, a decisão de Davi estava dentro do seu coração e mesmo na sua morte suas últimas palavras foram: II Sm 23:1-5.
 
1 São estas as últimas palavras de Davi, filho de Jessé. Davi foi o homem que Deus tornou importante, que o Deus de Jacó escolheu para ser rei e que compôs as belas canções de Israel. Davi disse: 2 O Espírito do Senhor fala por meio de mim, e a sua mensagem está nos meus lábios.
3 O Deus de Israel falou, o protetor de Israel me disse: “O rei que governa com justiça, que governa respeitando a vontade de Deus, 4 é como o nascer do sol numa madrugada sem nuvens, como o sol que faz a grama brilhar depois da chuva.” 5 É assim que Deus abençoará os meus descendentes, pois ele fez uma aliança eterna comigo, uma aliança bem certa e segura. Isso é tudo o que quero; será essa a minha vitória, e eu sei que Deus fará isso.
 
Portanto, Davi tinha convicção da Aliança feita; Pois estabeleceu uma aliança eterna, em tudo bem definida e segura.
 
Deus é fiel conosco, também!
 
Como Davi, nós podemos olhar para a eternidade com confiança na aliança eterna que nós dá a esperança da vida eterna.
 
“Porque esta é a aliança que firmei com a casa de Israel, depois daqueles dias, diz o SENHOR: Na mente, lhes imprimirei as minhas leis, também no coração lhas inscreverei; eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo”.
 
Você ama a obra do Senhor?
 
Que tipo de aliança temos?
 
Deus manda ter unidade, estou me esforçando para isso, como líder escolhido por Ele?
 
Deus manda que se cumpram os principios, para dar testemunho do que a Igreja tem feito?
 
Veja, que a decisão de Davi, a sua fidelidade a sua aliança que ele tinha com Deus, estava dentro do seu coração e mesmo na sua morte, nas suas últimas palavras ele disse: II Sm 23:1-2.
 
1 São estas as últimas palavras de Davi, filho de Jessé. Davi foi o homem que Deus tornou importante, que o Deus de Jacó escolheu para ser rei e que compôs as belas canções de Israel. Davi disse: 2 O Espírito do Senhor fala por meio de mim, e a sua mensagem está nos meus lábios.
 
Deus te ama! Mas Ele não abre mão da sua fidelidade, confiança, aliança sendo executada na integra com Ele e Seus princípios Eternos!

Amo-vos, beijo no coração!.
 
Amém.
Alameda Contorno, Nº 1840, Qd. 52, Lt. 13 e 14 - Jardim Santo Antonio - Goiânia - Goiás CEP:74.853-120 Telefone: (62) 3922-3812
Horário de funcionamento da secretaria: segunda a sexta - 8 h às 12 h e 14 h às 17 h.
Net Suprema