TEMA 2017: FAMÍLIA, PLANO DIVINO PARA REFORMAR GEOGRAFIAS

AS LUTAS DE PAULO E AS NOSSAS

19/07/2017
Todos nós passamos por momentos difíceis na vida, e isso é inevitável porque estamos sendo aperfeiçoados em Cristo.

Assim como nós, o Ap. Paulo também passou momentos terríveis por causa de sua decisão de negar-se a si mesmo, e tomar a sua cruz e seguir a Jesus. E nós podemos ver o relato, do apóstolo, quando escreveu assim em II Co 11:24-27 (versão RA).
24 Cinco vezes recebi dos judeus uma quarentena de açoites menos um; 25 fui três vezes fustigado com varas; uma vez, apedrejado; em naufrágio, três vezes; uma noite e um dia passei na voragem do mar; 26 em jornadas, muitas vezes; em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos entre patrícios, em perigos entre gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos; 27 em trabalhos e fadigas, em vigílias, muitas vezes; em fome e sede, em jejuns, muitas vezes; em frio e nudez.

Ou seja, o Ap. Paulo tinha vários motivos para desanimar e desistir, mas ele prosseguiu para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus com diz em Fp 3:14 (versão RA).
14 prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.

Algumas vezes, nós passamos por situações tão difíceis, que não conseguimos enxergar soluções, porque todas as nossas energias são consumidas e sentimo-nos fracos demais para lutar. E muitas vezes, diante dessas situações, nós ficamos desesperados e choramos como crianças, porque nos vem em um sentimento de incapacidade de reagir.

Amados, são muitas situações da nossa vida, em que nós precisamos nos lembrar da atitude que nosso irmão Paulo teve, quando ele as enfrentou e como ele as enfrentou. Veja que na palavra, Paulo teve alguns sentimentos, onde ele diz assim, em II Co 12:10 (versão RA).
10 Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, então, é que sou forte.

Portanto, não importa a grandeza do problema diante da soberania de Deus.

Somos vasos de barro revelando o infinito poder do Oleiro.

Vejam que Ap Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, escreveu em II Co 4:7-10 (versão RA).

7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. 8 Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; 9 perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; 10 levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo.

Portanto, nesses versículos, são apresentados alguns aspectos que diferenciam os que caminham com Cristo (Que é o Caminho) e os que não caminham com Ele.

Os que caminham com Cristo passam por necessidades e por situações extremamente difíceis, mas não perdem a esperança porque o Senhor nunca os abandona e Ele os faz mais que vencedores, e diz isso em Rm 8:37 (versão RA).
37 Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.

Em II Co 4:8 (versão RA) que lemos, nós devemos aprender com Paulo que:
8 Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados;

Portanto, se você estiver atribulado, saiba que o Senhor não o deixará ficar angustiado.
                                                  
Talvez você se surpreenda com as tragédias repentinas, mas o Senhor caminha com você e não o deixará desanimar.

Se perseguirem você, não tema, Deus é a sua justiça e não o deixará desamparado!

Se você chegar a sentir-se abatido e derrotado sem chances de voltar a lutar onde deveria estar, saiba que o Deus o
Todo-Poderoso, não o deixará ser destruído e sempre estará pronto, para levantá-lo.

Jesus disse: "no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo" Jo 16:33 (versão RA).
 
33 Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

Porém, Deus não nos deixa desamparados. As suas promessas são sementes que nunca morrem no coração daqueles que confiam nEle. Ou seja, por causa da sua misericórdia, Ele não permite que venhamos passer por lutas que não sejamos capazes de suportar.

O Ap Paulo diz uma coisa interessante, que nós precisamos refletir muito em nossa vida espiritual vs 7:
7 Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós.
                                                         
Ou seja, o homem é apenas um vaso de barro, frágil, quebradiço. Seu valor, sem Cristo, nenhum. Mas dentro deste vaso existe um tesouro de inestimável valor. Esse tesouro é o evangelho!

Precisamos entender que todo o vaso é perecível, mas o evangelho nunca perece. O vaso é frágil, mas o evangelho é poderoso.

Jesus disse em Mt 24:35 (versão RA)

35 Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.

O vaso não tem beleza em si mesmo, mas o evangelho traz o fulgor, o evangelho trás a luz da glória de Deus na face de Cristo. Se o vaso se quebra, e precisar ser substituído, o evangelho é eterno e jamais pode ser mudado.

Portanto, ainda que nós não tenhamos o entendimento das provações que vem contra nossa vida, tenha certeza de uma coisa: toda provação nos fazem mais fortes! Todas as lutas, nos fazem mais robustos! Nós ficamos mais resistentes, porque criamos músculos espirituais e assim amadurecemos. Passamos a crescer fortes, sadios e vistosos. O tratamento de Deus, não fará você morrer!

O Ap Paulo diz assim em Fp 4:12-13 (versão RA).
 
12 Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; 13 tudo posso naquele que me fortalece.

Guarde isso; não são os fortes, os talentosos, os que correm melhor que vencem, mas, os persistentes, aqueles que não desistem, aqueles que vão até o fim. São aqueles que tem atitude, que pode vir o que for, eles continuam, eles seguem em frente. Ou seja, avançar para esses que tem entendimento, é uma questão de sobrevivência, e “parar”, está fora de cogitação, eles são persistentes, porque entenderam a sua chama na alma: que é a de “perseverança”.

A perseverança vai te fazer confiante na promessa de Deus e o perseverar, te levará à conquista e ao êxito.

OBS.: As perseveranças são acúmulos de experiências. Perseverar é ser firme, é não mudar de intenção, é não mudar de orientação, não é viver por uma onda passageira, mas, é ser conduzido por uma convicção inabalável.

Existem momentos em nossas vidas em que achamos que não vamos suportar as pressões que insistem em querer nos vencer, nos amedrontar, nos nocautear, então o que devo fazer? Crer em Cristo, de que não há nada nesta vida que poderá nos tirar a visão do trono de Deus.

E aqui, Deus nos da uma chave, em Ef 3:20-21 (versão RA), onde somente nEle podemos confiar!
 
20 Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, 21 a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!

Quanto de Deus está em nós?

Quero encerrar com esse entendimento, que Jesus disse aos seus discípulos, em Jo 14:16-19 (versão RA).
 
16 E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco, 17 o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.
18 Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros. 19 Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; vós, porém, me vereis; porque eu vivo, vós também vivereis.

 
Amém!
Avenida Contorno N° 1.069, Parque Anhanguera - Goiânia - Goiás CEP:74.340-060 Telefone: (62) 3922-3812
Horário de funcionamento da secretaria: segunda a sexta - 8 h às 12 h e 14 h às 17 h.
Net Suprema